Comic-Con | Brasil receberá feira geek em dezembro

Agora é oficial: o Brasil finalmente receberá uma edição da Comic-Con, feira geek mais importante do mundo, realizada todos os anos em San Diego, na Califórnia — e em versões menores em outros estados americanos.

Segundo o site Veja, o evento, que acontece entre 4 e 7 de dezembro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, é focado em games, cinema, séries de TV e quadrinhos, e deve reunir 60.000 visitantes ao longo de quatro dias. Os ingressos começam a ser vendidos a partir de abril. O preço ainda não foi divulgado.

Pierre Mantovani, presidente da Comic-Con Brasil e diretor-geral do site especializado em cultura pop Omelete, é quem está por trás da organização do evento, que conta ainda com outros dois investidores. "Nos Estados Unidos, a Comic-Con é a feira mais importante para os fãs de séries de TV, cinema, quadrinhos e games. A edição de San Diego, que é a mais tradicional, recebe todos os anos 150.000 pessoas. Os ingressos se esgotam em 30 minutos", diz o executivo.

No Brasil, o evento se chamará Comic-Con Experience. "A ideia é trazer para o país a experiência de um evento americano. Já acontecem por aqui pequenos encontros de quadrinhos, mas nada é tão representativo como uma Comic-Con", explica Mantovani. Para reproduzir em solo brasileiro o fenômeno que é a feira em San Diego, a organização vai apostar em convidados de peso. Tradicionalmente, é na Comic-Con que os entusiastas se encontram pessoalmente com os atores, diretores, produtores e cartunistas envolvidos nas produções. "Ainda não temos nomes confirmados, mas estamos em contato com a Disney, Marvel, DC, Paramount e Warner Bros., entre outros estúdios, para trazer essas personalidades para o Brasil", diz o organizador.

Consumo — Os visitantes da Comic-Con Experience não só vão poder assistir a palestras, participar de workshops e pedir autógrafos para seus ídolos, como vão ter à disposição muitas lojas com camisetas e outros badulaques inspirados em séries, jogos e filmes. "Trata-se de um evento de consumo. Escolhemos dezembro por causa das festas de final de ano. Este será o melhor Natal geek dos visitantes", afirma o organizador.

Outra vantagem em realizar o evento no final do ano é poder adiantar para os participantes as novidades sobre as principais produções agendadas para 2015. De acordo com Mantovani, Star Wars: Episode VII, previsto para o próximo ano, e The Hobbit: There and Back Again, que estreia no final de dezembro, são títulos que certamente ganharão destaque no evento em razão da popularidade deles no país.

O organizador não divulga quanto está sendo investido no evento, até porque as cotas de patrocínio só começam a ser oferecidas a partir da próxima semana, mas afirma que trazer a Comic-Con para o Brasil era uma necessidade. "Olhamos o mercado e percebemos que os temas geeks passaram a ganhar espaço no país. Os Vingadores e Homem de Ferro entraram para a lista de maiores bilheterias no Brasil. O faturamento da Disney por aqui aumentou. Esse é o melhor momento!", diz Mantovani.

Já foram confirmadas vinte empresas de colecionáveis (bonecos inspirados em super-heróis e personagens dos mais variados tamanhos) e artistas da DC Comics e Marvel, como Eddy Barrows e Greg Tocchini. Os convidados da área de cinema e televisão, como atores e diretores de filmes e séries, além de desenvolvedores de games, serão divulgados nos próximos meses.

História — A primeira edição da Comic-Con foi realizada em 1970, em San Diego, na Califórnia. Na época, um grupo de fãs de quadrinhos, cinema e ficção científica organizaram uma convenção de apenas um dia chamada San Diego’s Golden State Comic-Minicon. O evento reuniu 100 pessoas e tinha como convidados Forrest J Ackerman, colecionador de obras de ficção científica e autor de livros do gênero, e o cartunista Mike Royer.

Desde o início do projeto, os fundadores decidiram não incluir na feira apenas quadrinhos que eles gostavam, mas também outras obras que, segundo eles, mereciam reconhecimento. Entre esses trabalhos estavam filmes e livros de ficção científica e fantasia. O evento passou a ser chamado San Diego Comic-Con em 1973 e, em 1995, foi batizado Comic-Con International: San Diego.

Atualmente, a feira engloba outros pequenos eventos, que acontecem em paralelo ao encontro. É o caso, por exemplo, do Will Eisner Comic Industry Awards, o Oscar dos quadrinhos, e o Comics Arts Conference, um programa educacional e acadêmico que reúne estudantes, professores e críticos do setor para seminários e painéis. Na edição de 2013 passaram pela Comic-Con San Diego Neil Gaiman, Sandra Bullock, Vin Diesel e Robert Kirkman, criador do HQ The Walking Dead, que inspirou a série de TV de mesmo nome.

Imagem meramente ilustrativa
Texto escrito por Renata Honorato - Veja
Próxima
« Anterior
Anterior
Próximo »

1 comentários:

Click here for comentários
Lucas
admin
26 de janeiro de 2014 00:55 ×

Que foda! Se for alguem do cast das séries que eu gosto eu vou querer ir, pena que moro no RJ :(

Congrats bro Lucas you got PERTAMAX...! hehehehe...
Reply
avatar

POLÍTICA DE COMENTÁRIOS: O Cine 3D é um espaço público e coletivo. Todos os comentários e opiniões são muito bem vindos, mas para que tenhamos um ambiente agradável, precisamos respeitar os princípios básicos da boa convivência. Quaisquer comentários ofensivos, que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP, invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa, ou que não estejam de acordo com os assuntos tratados no site, serão excluídos e o autor dos mesmos estará sujeito a banimento. Caso você veja algum comentário ofensivo, que você acha que precisa ser eliminado, por favor, sinalize-o para os moderadores do site. Desde já agradecemos a sua colaboração! ConversionConversion EmoticonEmoticon