Crítica | O Hobbit: A Desolação de Smaug

Ainda maior e mais expansivo que o primeiro


Título Original: The Hobbit: The Desolation of Smaug
Lançamento: 13 de dezembro de 2013
Gênero: Aventura, ação.
Elenco: Martin Freeman, Richard Armitage, Ian McKellen, Orlando Bloom, Evangeline Lilly, Aidan Turner, Luke Evans.
Direção: Peter Jackson.
NOTA:

Uma continuação direta dos acontecimentos de "Uma Jornada Inesperada", A Desolação de Smaug continua seguindo a trajetória de Bilbo, os anões e Gandalf em busca da retomada do reino de Erebor. No caminho, se deparam com Oscs, Elfos e algumas grandes ameaças, que querem impedi-los de chegarem aos seus destinos. 

Este enredo, juntamente com a competente direção de Peter Jackson - que se mostra bem confortável em trazer a Terra-Média de volta às telas -, proporciona um equilíbrio constante entre ação, aventura e drama. Com cenários grandiosos, fotografia perfeita e efeitos especiais exuberantes - mesmo que, muitas vezes, pareçam irreais e mal-feitos -, o filme proporciona quase três horas de uma aventura épica, com seres incríveis e muito bem explorados.

O longa mostra o lado heroico de cada personagem, dando espaço pra cada um deles. Mesmo que o Hobbit seja o principal, os anões são peças-chaves na trama, assim como os elfos Legolas e Tauriel se tornam quando aparecem em cena. Elfos estes que foram, merecidamente, inseridos no filme pelo diretor (segundo os fãs, eles não estão presentes no livro que deu origem à trilogia), adicionando ainda mais ação a obra. A presença de Luke Evans, como Bard, mostra um lado mais humano e realista.

Outro detalhe muito perceptível, que diferencia este do primeiro filme, é que a ação está ainda mais presente - o que empolga ainda mais o espectador -, deixando o humor mais de lado. Mesmo assim, o tom cômico dos anões não mudou e, mesmo em cenas mais séries e bem elaboradas, é possível dar gargalhadas.

Ao dividir apenas um livro em três filmes, pareceu exagero por parte do cineasta, mas aqui vemos que a história não está nada arrastada e só fez bem à obra. Pôde-se explorar muito dela e, adicionando alguns detalhes, foi possível criar uma narrativa muito bem conduzida. O roteiro não peca em sua originalidade e dá sentido à todas os detalhes adicionados ao filme - destacando, misteriosamente o "vilão-título".

Smaug, o terrível dragão que roubou o reino dos anões, transmite uma imponência sem igual... Com a excelente dublagem de Benedict Cumberbatch, o dragão se tornou extremamente ameaçador e seu visual é de uma qualidade impecável. Este, sem dúvida, é um dos melhores dragões vistos nos cinemas dos últimos tempos. Quando encontra-se com Bilbo, o diálogo entre eles é expressivamente forte e inteligente. A cena é o ponto alto do filme e emociona com tamanha perfeição.

Mesmo que seguindo a mesma linha do filme anterior, a trilha sonora de Howard Shore consegue, mais uma vez, colocar mais emoção às cenas, com trilhas épicas e condizente aos acontecimentos.

O Hobbit: A Desolação de Smaug é um excelente filme, com tons épicos e cenas belíssimas - apresentadas com um 3D muito eficiente, que é um dos melhores já feitos. Tudo nele flui muito bem e tem um ritmo extremamente agradável. O filme abre portas para que O Hobbit: Lá e de Volta Outra Vez seja ainda maior, claramente prometidos pelos bons momentos finais.
Próxima
« Anterior
Anterior
Próximo »

POLÍTICA DE COMENTÁRIOS: O Cine 3D é um espaço público e coletivo. Todos os comentários e opiniões são muito bem vindos, mas para que tenhamos um ambiente agradável, precisamos respeitar os princípios básicos da boa convivência. Quaisquer comentários ofensivos, que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP, invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa, ou que não estejam de acordo com os assuntos tratados no site, serão excluídos e o autor dos mesmos estará sujeito a banimento. Caso você veja algum comentário ofensivo, que você acha que precisa ser eliminado, por favor, sinalize-o para os moderadores do site. Desde já agradecemos a sua colaboração! ConversionConversion EmoticonEmoticon