Crítica | Os Croods

Animação de qualidade traz diversão e enredo forte...

Título: Os Croods
Lançamento: 22 de março de 2013
Gênero: Animação, Aventura.
Elenco de vozes originais: Nicolas Cage, Emma Stone, Ryan Reynolds, Catherine Keener.
Direção: Chris Sanders, Kirk DeMicco.
Nota: 4/5

Lançado pela Fox, Os Croods surpreende na hora de mostrar um enredo forte, com animação de primeira. Tudo flui adorávelmente e inteligente.

No enredo, os Croods são uma família que vivem em plena era pré-histórica. Eles sempre viveram dentro de uma caverna, já que Grug (Nicolas Cage), o pai, teme que o mundo exterior de alguma forma os atinja. Só que, um dia, a caverna onde eles moram desmorona e um incrível novo mundo se abre para eles. É a chance que a adolescente Eep (Emma Stone) tanto aguardava, já que desta forma enfim pode conhecer o que mundo tem a lhe oferecer, para desespero de seu pai. É aí que Guy, mais evoluído que os homens das cavernas, entra na história. Juntos, os Croods precisam se adaptar a esta nova realidade.

Já nos minutos iniciais é impossível não gargalhar alto. A família de Homens das Cavernas é pura comédia, com personagens muito bem trabalhados e cheios de ironias. Cada membro da família tem um real significado no enredo, que traz uma aventura interessante e que nos prende do início ao fim. Não é conselhável só para as crianças - durante a projeção, os adultos se divertiram ainda mais com os momentos cômicos inteligentes.

A transação e a evolução nas personalidades dos personagens é bem notável e flui de maneira fácil e bem realista. O pai, que só queria a proteção da sua família, teima que tudo que é novo é perigoso, não aceitando as ideias propostas por Guy. Mas, ao decorrer do filme, cada um descobre à que veio - até mesmo a sogra, que sofre várias tentativas de ser deixada pra trás por Grug.

A animação é de uma grande qualidade. Com texturas e cenários bem realistas, a produção da Dreamworks se superou na hora de mostrar cada detalhe. Por um momento, fiquei encantado quando ví no braço de Guy uma sujeira que possuía uma textura fantástica, que dá um realismo bem grande. Chris Sanders fez uma das melhores animações do ano segundo o público que já assistiu - pra mim, é a melhor até agora.

O 3D adiciona um realismo ainda maior na projeção, mas não é tão boa quanto se esperava. Apesar da boa profundidade, os efeitos tridimensionais não passam disso. Mas, é aconselhável que se assista o longa no melhor cinema 3D digital da sua cidade.

Com um enredo forte - que não deixa de trazer alguns clichês -, animação de qualidade e diversão incomparável, Os Croods é a grande promessa animada do ano. As famílias não podem perder.
Próxima
« Anterior
Anterior
Próximo »

POLÍTICA DE COMENTÁRIOS: O Cine 3D é um espaço público e coletivo. Todos os comentários e opiniões são muito bem vindos, mas para que tenhamos um ambiente agradável, precisamos respeitar os princípios básicos da boa convivência. Quaisquer comentários ofensivos, que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP, invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa, ou que não estejam de acordo com os assuntos tratados no site, serão excluídos e o autor dos mesmos estará sujeito a banimento. Caso você veja algum comentário ofensivo, que você acha que precisa ser eliminado, por favor, sinalize-o para os moderadores do site. Desde já agradecemos a sua colaboração! ConversionConversion EmoticonEmoticon